Amor, Plástico e Barulho

Amor, Plástico e Barulho é uma fábula contemporânea

de tons realistas.

Ilusão e realidade são parceiros em uma história onde os sonhos são acompanhados

pelos sons dos canteiros de obras, de uma cidade que passa por uma grande transformação.

O filme entra no universo do show business da música Brega a partir dos seus artistas,

do seu publico e da poética das suas músicas de linguagem direta, com apelo

para o erótico e para os prazeres imediatos. Uma poética que brota do cotidiano,

do lixo, do descartável, do que sobra (e dos que sobram) neste “novo”país de milagre econômico

e velhas mazelas sociais.

O filme conta a história de duas mulheres, Shelly, uma dançarina que sonha ser cantora famosa e Jaqueline,

uma cantora experiente que sofre com a decadência de sua carreira.

A cidade superpovoada – que cresce sem planejamento urbano – juntamente com a ilusão dessas artistas – buscando ascensão em um show business precário – são os pilares da história.

Amor, plástico e barulho  adentra um universo profundo de cultura urbana popular,

onde os sonhos são maiores que a vida, onde os sons alegres

e as cores vivas escondem, na verdade, uma realidade cinza.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s